Quadro horário x Ciclo

Quadro horário x Ciclo
São duas metodologias diferentes de planejamento que levam, ou pelo menos essa é a intenção, ao mesmo objetivo. Qual a diferença entre ambos? Diria que o problema do QUADRO HORÁRIO é exatamente a disciplina “militar” que você precisará ter para cumpri-lo plenamente.  Explico, suponhamos que você planejou estudar 8h diárias esta semana, pode ser 03 h pela manhã + 03h à tarde e 02h à noite. Pois bem, considere que você distribuiu no QUADRO HORÁRIO as horas de estudo de cada matéria (essa é a ideia), Ex: Segunda-feira: das 8h às 10h: Direito Constitucional; das 10h20 às 11h20: Português; das 13h às 15h: Direito Administrativo; das 15h20 às 16h20: matemática; das 19h às 21h: Informática. Detalhe, não estou considerando as revisões que devem diárias bem como a resolução de exercícios. Atente para o seguinte detalhe: se você verificar o horário de estudo de cada matéria, verá que tem início e fim, óbvio, o problema surgirá se você não for pontual no estudo de cada matéria! Se atrasar na 1ª, precisa de mais tempo em cada uma das que virão pela frente. Esse é o problema.
Quanto ao estudo em ciclos, vejamos o exemplo abaixo:
 No caso do estudo em ciclos, o que você fará é simplesmente colocar no mesmo as matérias que irá estudar na semana, mês, por exemplo. Qual a vantagem do estudo aqui? Simples, você não precisará ficar refém do horário de início e término como ocorre no QUADRO HORÁRIO. Ao iniciar os estudos, marcará as horas estudadas de cada matéria (horas líquidas!!!) e pronto. Detalhe, no ciclo, eu já sei quais matérias e quanto de cada uma precisarei estudar na semana, isso tenho de cumprir, apenas não tenho horário de início e término de cada uma delas predeterminado. Ou seja, há uma flexibilidade maior no tocante ao horário de início e término de cada uma delas. Mas não posso me descuidar do quantum a ser estudado na semana, por exemplo, caso contrário não há vantagem nenhuma, pois estudando menos que o planejado gera frustração (muito comum no estudo por QUADRO HORÁRIO), principalmente em quem está iniciando os estudos agora, além de ser (sobre isso já falamos anteriormente) autossabotagem. Observe ainda que  o risco maior é você estudar mais o que sabe mais (matéria de que mais gosta). Quando você faz um QUADRO HORÁRIO distribuindo as disciplinas – se o fizer corretamente, isso não acontecerá  e aqui vai a dica: COLOQUE NO PRIMEIRO HORÁRIO DE ESTUDO AS DISCIPLINAS DE QUE SABE MENOS -, você tem pleno controle das disciplinas a serem estudadas, ao passo que no CICLO DE ESTUDO você só delimita as disciplinas a serem estudadas na semana, dia ou mês por exemplo, mas é você quem decide qual estudar, se não tiver disciplina não estudará cada uma delas corretamente distribuída ou ainda incorrerá no erro mais grave de estudar mais umas e menos outras do que o planejado. Cuidado com isso. Aqui no CICLO você precisará da mesma disciplina para estudar todas, só não terá horário de início e término de cada uma delas. Por isso, planejamento é tudo. “bem aventurado aquele que planeja seus estudos”. Estudo para concursos se resume em PLANEJAMENTO, ESFORÇO e DISCIPLINA!! Pague o preço disso e você verá os resultados. Finalmente, o modelo de ciclo é apenas exemplificativo, monte o seu conforme suas necessidades, intercale as matérias a serem estudadas (misture exatas como mais decorebas, por exemplo), não necessariamente faça isso no ciclo, mas sim nos seus estudos mesmo, pois dessa forma haverá mais produtividade. Por último, estou resolvendo algumas provas de Analista judiciário que é mais a minha “praia” e irei disponibilizar aqui. Infelizmente meu tempo é escasso, também sou concurseiro, e sabemos como essa vida é complicada. Mas vamos em frente, logo as colocarei aqui. Bons estudos. Só um detalhe, como meu objetivo é  te ajudar, neste site você pode montar seu ciclo de estudos automaticamente, dê uma conferida lá, vale a pena: 

Você pode gostar...