Como fazer gerenciamento dos estudos para concursos

            Olá, concursando (a), obter elevado desempenho em provas e concursos, de forma mais rápida, exige o cuidado de utilizarmos certas ferramentas que nos permitam manter o controle dos estudos, ou seja: onde iniciamos, onde estamos e quanto ainda falta para concluirmos uma disciplina e o estudo como um todo. É exatamente disso que vamos tratar aqui. Portanto, é extremamente recomendável que você trace um plano de estudos (ciclo ou quadro horário); estabeleça metas de estudos (início e término de cada disciplina a ser estudada – estimativa -, número de questões a ser resolvido, por dia por exemplo; conteúdo a ser estudado, por dia, de cada disciplina (número de páginas a serem estudadas – início e término); registro das questões resolvidas (número de acertos, erros, caderno de erros VEJA AQUI!); cronograma de revisão.

 

# Plano de estudos

 

            A primeira coisa que devemos fazer é planejar os estudos, acredite ou não, isto é algo que maioria não faz!! É mediante o planejamento que você irá definir as prioridades não apenas do que estudar, mas também de quando e quanto estudar de cada matéria por dia e até mesmo daquilo que não irá estudar (sim, há muita coisa que só está no edital, mas nunca cai na prova VEJA AQUI! e AQUI!)! É exatamente aqui que você passa para o papel o que vai fazer em cada dia da semana; o número de horas de estudos por dia; o que irá estudar de cada matéria; onde irá iniciar e terminar (número de páginas a serem estudadas). Veja mais: AQUI! AQUI TAMBÉM!

 

 

           Para que seu plano de estudos seja eficiente, é indispensável que você leve em consideração o peso de cada disciplina; o número de questões de cada uma delas na prova; sua dificuldade em cada matéria; a extensão do conteúdo (para isto, é necessário ler detalhadamente o último edital; se o número de questões não estiver expresso por cada disciplina – lembrando que Vunesp e FCC quase sempre fazem isso – será preciso recorrer a última prova e verificar o número de questões cobrado por disciplina.

          Tendo tudo isso em mãos é hora de fazer a distribuição das disciplinas a serem estudadas, você pode utilizar tanto um ciclo de estudos como um quadro horário VEJA AQUI!, embora eu recomende a utilização do ciclo de estudos, utilize aquele ao qual você se adaptar melhor! Intercale sempre disciplinas de exatas com as mais decorebas VEJA AQUI e AQUI!. Não estude mais de 1h ou 1h30 cada disciplina sem dar um intervalo de 15 minutos, seu cérebro satura e você perde muito rendimento.

          Observação: se você está iniciando os estudos agora (não tem hábitos de estudos), 1h será muita coisa, comece com sessões de 30 minutos cada e vá aumentando regularmente.

 

           O plano de estudos deve ser mutável, sempre há imprevistos!

 

 

# Estabelecer metas de estudos

 

            Outra coisa que a maioria não faz é estabelecer metas de estudos; ou seja, quantas páginas de cada disciplina deverão ser estudadas por dia (número das páginas de início e término de cada sessão de estudos); quantas questões deverão ser resolvidas por dia; o número de horas líquidas as serem estudadas por dia VEJA AQUI!AQUI!;quantas provas deverão ser resolvidas por mês; qual o percentual de acerto você deseja atingir nas questões; prazo para terminar uma disciplina (quantificado).

 

 

         Veja, há inúmeros livros sobre coaching e desenvolvimento humano tratando disso, há também inúmeras pesquisas acadêmicas provando que se você não estabelece metas por escrito, você irá simplesmente se auto sabotar! Portanto, escreva suas metas! Tenha uma estatística de cada dia estudado, saiba o porquê de não ter batido a meta de cada dia de estudo em cada uma das disciplinas.

 

# Resolver questões

 

          Você não pode se cobrar daquilo que não consegue ver na prática, assim como também não pode medir o desempenho naquilo que não consegue mensurar VEJA AQUI!. Por isso, se errou 10 questões, por exemplo, em 40 resolvidas, sua obrigação é marcar aquelas que errou, voltar ao seu material de estudos e estudar novamente aquele ponto específico da matéria, resolver as questões novamente VEJA AQUI! e fazer um caderno de erros VEJA AQUI! Isto quer dizer que você precisa registrar militarmente as questões que erra VEJA AQUI! e AQUI!; aquelas que têm pegadinha; aquelas que embora você tenha acertado sabe que irá esquecer rapidamente bem como as que chutou. Resolva milhares, milhões delas VEJA AQUI!.

 

 

        Só tenha cuidado para questões desatualizadas bem como com aquelas que não reflitam o perfil da banca (por exemplo, a FCC vem mudando seu perfil de questões radicalmente; portanto, se você resolver questões dos últimos 4 anos, notará diferença radical nessa Banca, logo, foque nas mais recentes). É resolvendo questões que você saberá o que a banca mais cobra e como cobra VEJA AQUI! e AQUI!, além, é claro, de medir seu desempenho e saber como está na matéria.

 

# Revisão de estudos

 

           Sem revisar, você não vai passar! Sem revisão, não há salvação VEJA AQUI!. Eis dois verdadeiros mantras que o estudante de concursos deve levar a sério VEJA MAIS AQUI! e AQUI!. Você fixa o que estudou na memória de longo prazo através das revisões periódicas que deverá fazer.

 

 

         Entendo que a revisão de 24h e de 7 dias e 15 dias são indispensáveis! Jamais cometa o erro de ir avançando na matéria, sem efetuar concomitantemente as revisões programadas. Se fizer isso, ao terminar a disciplina, prepare-se para reestuda-la quase do zero, se o conteúdo for longo, pois terá esquecido quase tudo. Tenha um cronograma de revisões e não adie as primeiras passagens pelo conteúdo estudado.

 

# Mantenha seu ambiente de estudos Organizado

 

            Sim, mantenha sua mesa de estudos limpa, de preferência contendo apenas o que irá estudar no dia. Isso facilita localizar o que será estudado e não impacta seu psicológico com uma biblioteca inteira a ser estudada. Uma meta por vez; cada disciplina no seu momento; um passo antes do outro sem atropelamento.

 

 

 

 

“Escolhas fáceis, vida difícil. Escolhas difíceis, vida fácil.”

                               (Jerzy Gregorek)

 

Bons e produtivos estudos!

Você pode gostar...